By: RODRIGO | October 12, 2017

 
 

O jornal "Folha de S. Paulo" publicou, em quarta-feira (11), que o governo pretende aumentar a alíquota do PIS e da Cofins de 9,25% para a casa dos 10%.

  O governo justifica que R $ 27 bilhões a menos na arrecadação, o impacto é maior ainda para o pagamento de devolução, que é uma reforma tributária que se aposente O ICMS como base calculo visa incentiva e motiva o comercio.

  Uma reputação para empresários para um futuro positivo, " milhares de empresas que pagam PIS e Cofins. Uma expectativa por uma reforma tributária, que simplificasse os tributos e estimulasse uma economia, não o movimento contrário". disse um empresário de uma padaria de São Paulo,

  Explicou o economista-chefe da Firjan , Guilherme Mercês. "O ajuste das contas públicas definitivamente não pode vir com mais aumento de impostos.Uma sociedade brasileira estáenviada.Tem que vir via redução de gastos públicos", 

  O tributarista da Federação do Comércio de São Paulo Ives Gandra Martins disse o que é um imposto sobre o aumento do imposto sobre os efeitos negativos. "É um tributo que incide sobre o consumo em alíquotas que são elevadas e como alíquotas elevadas para o governo ao ar livre, evidentemente, trazer, digamos, uma menor possibilidade de recuperação da economia do que o governo estaria prevendo"

  O ministro da Fazenda Henrique Meirelles  negou aumento da carga tributária e  confirmou que o governo tem feito estudos sobre uma mudança na cobrança de impostos e continuação,  "A Receita está efetuando estudos visando avaliar se há necessidade de uma medida visando aumentar uma tributação para um ponto da neutralidade.Não há intenção ou projeto de aumento da carga tributária ", afirmou.

  Para criar cobre ou rombo das contas públicas, o governo já tem um aumento de tributos. Em julho, chegou um dobrar como alíquotas de PIS / Cofins sobre combustíveis.

Comments:

Be the first to comment ...

Post a Comment